segunda-feira, 25 de maio de 2009

Começando a desenvolver sua técnica - parte I: observação

Começo hoje uma série que apresentará algumas alternativas para você desenvolver sua técnica fotográfica. Neste primeiro capítulo abordarei o tema observação.


À primeira vista parece um assunto simples, tão simples que nem precisaria de uma análise mais detalhada. Mas veremos que, se soubermos o que e como observar, certas coisas podem nos ser muito mais úteis do que imaginamos.


> FLICKR

Quando ouvi falar no Flickr pela primeira vez, há alguns anos atrás, pensei que fosse uma versão do Yahoo para o famigerado Fotolog. Demorei certo tempo até começar a acessá-lo, justamente por não ter muito interesse em fotoblogs.


Mas tenho que admitir: o Flickr realmente conseguiu me surpreender!


Na verdade, o Flickr até pode ser utilizado como uma espécie de fotoblog; mas para quem souber explorar todos os recursos que ele oferece, poderá se tornar uma ferramenta de grande utilidade.


Para aqueles que nunca navegaram pelo Flickr, aí vão algumas dicas:


- criando sua conta:
se você ainda não tem uma conta no Yahoo, crie a sua! Ela será necessária para que você possa criar seu próprio Flickr.


Ainda que você não tenha fotos para postar (ou não tenha interesse em postá-las agora), sua conta lhe permitirá a participação nos fóruns e a opção de favoritar as imagens que mais lhe interessarem, além de poder adicionar à sua lista de contatos outros usuários cujo trabalho você deseje acompanhar.


- comentando fotos de outros usuários:
além de poder postar suas fotos, você também poderá deixar comentários e fazer observações nos álbuns de outros usuários.


Daí você vai me dizer “Ok, legal. Mas se eu quisesse fazer parte de uma rede apenas para me socializar, escolheria o Orkut ou algo do gênero”. Não é bem esse o propósito.


Provavelmente você adicionará aos seus contatos muitas pessoas que não conhece nem nunca vai conhecer pessoalmente, mas elas estarão ali porque você admira o trabalho delas e/ou elas admiram o seu. É interessante que você mantenha contato constante com essas pessoas, comentando em algumas de suas fotos regularmente (o Flickr mostra as atualizações de seus contatos na sua página inicial). Elas certamente retribuirão a gentileza comentando nas suas fotos, e quanto maior for a sua popularidade, maiores serão suas chances de ganhar algum destaque no Flickr.


O Flickr tem uma espécie de medidor de popularidade, onde você visualiza o número de exibições de cada uma de suas fotos – uma boa forma de analisar o que vem dando certo e focar sua técnica nisso. Mesmo entre os fotógrafos profissionais, é raro encontrar alguém que seja bom em vários campos; comece especializando-se em apenas uma área para depois expandir para outras. E também não podemos relevar o fato de que muitas pessoas que atuam no ramo da fotografia postam seu material ali... alguém pode gostar de suas fotos e vir a se tornar um excelente contato profissional. Esse é o propósito de manter uma boa rede de contatos no Flickr.


- enviando suas fotos para os grupos:
os inúmeros grupos disponíveis no Flickr funcionam como vitrina de fotos e fórum. Você procura os grupos que lhe interessam (por exemplo: landscape, retratos, fotografia noturna sem flash, preto e branco, etc.); caso o grupo não exista – o que é muito difícil, tendo em vista a infinidade de grupos disponíveis no Flickr – você poderá criá-lo.


Agora que você já entrou no grupo, pode analisar as fotos relacionadas ao tema postadas por outros usuários e enviar as suas próprias fotos. É uma boa forma de divulgar seu trabalho e conseguir novos contatos.


- a grande sacada:
o sistema de buscas do Flickr é baseado nas tags que os usuários atribuem às imagens (por exemplo: 1960’s, verão, moda, luz-natural). Logo, isso permite que você procure as imagens e estilos que desejar, e cada busca resultará em inúmeras galerias de fotos diferentes. Nunca mais lhe faltará inspiração!


- a outra grande sacada:
o Flickr também disponibiliza os dados técnicos de cada imagem (isto é: se o usuário permitir a publicação desses dados, o que acontece em 98% dos casos).


Observe clicando neste exemplo, retirado de um dos álbuns da querida estilista Helen Rödel. Veja que à direita da foto constam alguns dados, como marca e modelo da câmera utilizada, data em que foi tirada, programa de edição utilizado (se você clicar em mais propriedades, poderá ver dados mais específicos, como distância focal, ISO, exposição, etc.)


Portanto, se você começar a se sentir despreparado, pensando que tem gente fazendo coisa melhor por aí e blá blá blá, dê uma olhada na ficha técnica das imagens. Pois é: praticamente todas as fotos deslumbrantes pelas quais você baba apontarão para isso: uma boa D-SLR e modificações no Photoshop. A-ha! Lembre-se: você está começando a desenvolver sua técnica e não tem equipamento profissional, evite esse tipo de comparação. O Flickr deve servir como fonte de inspiração, não como calvário.



> OBSERVAÇÃO DIRETA


É algo simples de incorporar ao seu dia-a-dia. Quer ver?


Basta você prestar um pouco mais de atenção às coisas que lhe rodeiam:


- observe o enquadramento e a composição nos filmes que você assiste


- visite alguma galeria de fotos e observe a técnica que o fotógrafo utilizou


- imagine mentalmente como você enquadraria alguma cena que está se passando nas proximidades


Enfim, são coisas simples. E se você começar a colocá-las em prática, notará rapidamente uma grande mudança!

.

Veja também: Dicas, Flickr, Inspiração

5 comentários:

lufotografias disse...

Ellen, genial o seu post com relação ao Flickr. Tenho visitado o site porque conheci uma fotógrafa e fui conhecer os trabalhos.
Também tinha a impressão de ser um Fotoblog, mas diante do que acabo de ler...realmente vale a pena!
Obrigada por mais essa dica!
Bjos,
Luka

Ellen D.B. disse...

Luka querida, presença constante aqui no blog. Obrigada pelo carinho (=

Rafa Bonalda disse...

Olá, Ellen! Muito bacana o blog e a foto desse post.

Érico Skywalker disse...

Muito bom o post! parabens!

Elisabete Tavares Affonso CRT 44107 disse...

estou encantada com teu blog, parabéns, tbém estou fazendo um trabalho pessoal relacionando fotos à terapia,obrigada por compartilhar, já virei seguidora de carteirinha.

Postar um comentário