terça-feira, 16 de junho de 2009

Você usa o visor ótico da sua câmera?

Logo que as câmeras digitais foram lançadas, alguns fabricantes passaram a oferecer modelos que contavam com a sensação tecnológica do momento: a tela de LCD. Tão grande foi a euforia em torno dessa novidade, que certos modelos foram lançados apenas com a tela de LCD, sem o tradicional visor ótico das câmeras analógicas (é o caso da Samsung A402 da foto à direita).

Foi uma novidade e tanto - afinal, quem gostava de esperar até o filme ser r
evelado para descobrir como as fotos ficariam? E veio para ficar: tanto agradou, que quase ninguém sentiu falta do ultrapassado visor ótico.

A maioria das pessoas utiliza a tela de LCD para enquadrar suas fotos. Mas o que será melhor na hora de fotografar: o visor ótico ou a tela de LCD?



> EM DEFESA DO VISOR ÓTICO

Escrevi que
a maioria das pessoas utiliza a tela de LCD como se eu mesma não fizesse parte dessa maioria, mas a verdade é que só descobri as vantagens do visor ótico há pouco tempo. E foi por pura necessidade, admito! Vou contar para vocês: eu estava tirando algumas fotos nas dunas num dia nublado, e a claridade era tão grande que o reflexo na tela me impedia de visualizar a imagem a ser capturada; resolvi usar o pequeno e esquecido visor ótico... e o resultado foi surpreendente! Consegui visualizar tudo de forma clara, e achei-o muito melhor que a tela de LCD.

Uma das primeiras fotos que tirei com o auxílio do visor ótico

Depois disso, quase não usei mais a tela de LCD - só mesmo para fazer alguns ajutes na configuração da câmera e visualizar as fotos tiradas.


Ao optar pelo bom e velho visor, você desfrutará das seguintes vantagens:

  • economia de energia: numa viagem longa, é a melhor opção caso você não esteja levando uma bateria reserva (claro que isso só funcionará se você não ficar revendo a cada instante as fotos tiradas);
  • maior tempo com a lente aberta: você já reparou que as câmeras automáticas recolhem a lente depois de um tempo inativas, certo? Isso é irritante quando a intenção é tirar mais de uma foto em seqüência. Desligando a tela de LCD e usando o visor, a lente permanecerá aberta por muito mais tempo, por vários minutos. Ou seja: você vai estar com a câmera pronta pra fotografar, sem gastar quase nada da carga da bateria;
  • melhor visualização da cena em alguns ambientes: é o que eu mencionei acima: se você estiver em um local muito iluminado, que esteja causando reflexo na tela, melhor utilizar o visor.

> DUAS DESVANTAGENS

Embora o visor ótico ofereça vantagens tentadoras, é preciso ficar atento a alguns detalhes. Coisas simples, mas é bom que você saiba do que se trata.

Em primeiro lugar, você perceberá que o enquadramento da sua foto não sairá do mesmo jeito que você viu através do visor; é pouca diferença e sua foto não sairá "cortada", apenas com o enquadramento um pouco maior do que o desejado. Conhecendo bem sua câmera, você poderá prever o que ela incluirá a mais e fazer o ajuste de acordo com isso - é o que eu faço, por exemplo. Aqui você encontrará algumas dicas para driblar esse erro.

Mas por que isso acontece? Nas câmeras compactas (ao contrário das D-SLR), o visor ótico é separado da objetiva, estando posicionado acima dela. Isso ocasiona uma ligeira diferença entre o ângulo que vemos através dele e o que será de fato fotografado. É o chamado erro de Paralaxe.

O erro se agrava em fotografias à curta distância. Para macros, prefira sempre a tela de LCD, que lhe mostrará a imagem tal qual será captada.

Fora o incômodo erro de Paralaxe, o que resta nem é tão incômodo assim. Se você gosta de fotografar com alguns efeitos (sépia, BW, ajuste de contraste, etc), não será possível visualizá-los através do visor. A mim isso pouco incomoda, pois prefiro tirar fotos "ao natural", com poucos ou nenhum ajuste.


Agora, cabe a você testar e decidir o que mais lhe agrada: o visor ótico ou a tela de LCD?
.

Veja também: Automáticas, Dicas, Luminosidade

14 comentários:

Érico Skywalker disse...

usar o visor ótico da camera é sempre bom, melhor ainda é fazer comparações de qual jeito fica melhor as fotos tirada por você...

e realmente usar o visor ótico traz excelentes vantagens. O que acho ruim, é q mtas cameras digitais compactas andam vindo sem o visor ótico

e nas cameras profissionais, mesmo com visores digitais, é possivel tirar fotos somente com visores óticos. O visor digital, é mais para configurar e vizualizar as fotos

lufotografias disse...

Esqueci do visor óptico depois que as digitais LCD tomaram conta do mercado.
Realmente como você falou...quando há muita claridade a tela de LCD impede de visualizar a imagem. Já aconteceu e muito comigo!
A minha fofa máquina compacta não possui o visor...que pena! rs
Quem sabe um dia compro uma máquina completa. É o meu sonho!
Obrigada por mais essa informação!
Bjos,
Luka

lufotografias disse...

Ah..
Gostei das dicas no TutoMania e já favoritei! rsrs

Augusto M. Garrucho disse...

De vez em quando sempre gosto de usar o visor ótico... É legal tb que ajuda a tremer menos. x]

Rodrigo disse...

Visor ótico the best principalmente em cameras slr cambiaveis , princepalmente na hora de focar o controle da camera é mil vezes maior , LCD só se não tiver outra opção

J. Geraldo Padilha disse...

Eu sou um fotógrafo antigo. Sempre tive problemas com a tele de LCD, é muito estranho usá-la. realmente não abro mão do visor ótico. Não sei se é bom ou ruim, acho que é prática mesmo.

J. Geraldo

Ellen D.B. disse...

Érico, eu não cheguei a mencionar isso, mas nas D-SLR a imagem que vemos no visor ótico é exatamente a mesma que será registrada. Isso porque a imagem vista resulta do reflexo de um espelho móvel em frente ao sensor, que é recolhido imediatamente após o botão disparador ser pressionado.

Rodrigo, se eu tivesse uma D-SLR, só usaria o visor. Uma única vez pude olhar através do visor de uma câmera dessas, e é realmente fantástico.

Anônimo disse...

Está comparando apenas as compactas. As semiprofissionais e profissionais nao tem o efeito paralaxe e nem mesmo brilho por causa do sol. Acompanhe os modelos da nikon d200 ou canon 40d. claro que custam em torno de 4000,00. Mas elas acabam com essa sua dica.

Anônimo disse...

O visor ótico é só quebra galho ultrapassado ,pois jatem cameras com dislplay de lcd com antireflexo e visor ultraclaro.Quanto a bateria as de hoje me dia tem grande autonomias e quase todas as cameras usam baterias e não pilhas .
quer usar o visor ótico bom e com precisão ?compre uma reflex digital(dslr)

Ellen D.B. disse...

Caro comentarista anônimo,
estou fazendo referência no artigo apenas às câmeras automáticas porque essa é a proposta do blog: falar sobre equipamento amador; isto está claramente explicado na barra lateral e, mais claro ainda, no banner do cabeçalho.
Obviamente, uma D-SLR resolveria muitos dos problemas que temos com as nossas automáticas, mas creio que a maioria dos leitores (e eu também me incluo aqui) não dispõe de R$4 mil para gastar em uma câmera no momento.

larissa disse...

Ontem passei o dia todo lendo o seu blog...
li as tecnicas I, II, III. e mais um monte de dicas. Tenho uma camera boa, a sony H9, já tem 1 ano! E acredite se quiser... mas nao sei fazer NADA nela, a nao ser deixar no modo automatico.
Como vc citou em resposta ao anonimo, eu tmb adoraria ter uma camera de 4,000.
Mas infelizmente é muito pro meu orçamento.
Até pq não saberia usufruir nem de 1/3 do que ela é capaz de fazer.

Obrigada pelo seu comentário.
Fiz esse blog nessa semana, pra postar coisas que penso e que nao são tão publicas. Rs

Beijos.

Lari

João Victor disse...

Traballho em televisão, então estou acostumado com visores LCD. Porém estes para uma melhor correção , por parte do cinegrafista, são Viewfinders em preto em branco, para que estes consigam ajustar a luminosidade do ambiente.

Ellen D.B. disse...

Olha, Larissa, se você soubesse a quantidade de gente que posa por aí com uma câmera profissional sem entender nada de suas funções ou de fotografia... não são poucos.
Pouco interessa o equipamento que você tem ou a forma como o utiliza - antes disso, pesa mais a sua paixão pela fotografia. Um bom exemplo disso é o famosíssimo fotógrafo Terry Richardson, que prefere usar câmeras analógicas completamente automáticas - e mesmo assim, as fotos dele sempre dão o que falar. Quem não conhece o trabalho do cara, pode visitar o site >>> http://www.terryrichardson.com/

Anônimo disse...

Oi. Por experiência própria, prefiro, sem dúvida, a câmera com visor ótico. Minha máq.anterior tinha visor ótico; usava os dois modos e não sabia, naquela época, como seria ruim não ter essa opção... A máq.antiga pifou. Comprei uma outra, muito boa, mas não percebi que não vinha com esse visor; ingenuidade... achei que todas vissem com LCD e visor. Surpresa: não veio. Só fui sentir falta quando precisei fotografar à noite: VOCÊ NÃO ENXERGA NADA NO VISOR DE LCD. Naturalmente fui procurar o outro visor... e nada. Nada mesmo. Fiquei entregue à própria sorte. Fotografei, literalmente, no escuro. Só sabia o que havia fotografado depois da foto pronta. Um horror. Quero meu visor ótico de volta.
Pra quem está procurando máq.digital para comprar, vale a pena considerar essa facilidade.
Sheila

Postar um comentário