segunda-feira, 29 de junho de 2009

14 belas imagens da Natureza

Muitas vezes, quem mora em grandes cidades acaba se distanciando um pouco da Natureza. Não por vontade própria, mas por causa da correria do dia-a-dia, de compromissos inadiáveis, ou várias outras coisas que nos mantêm presos à metrópole. O resultado? Acabamos caindo na rotina, esquecendo de relaxar, esquecendo como é simples relaxar.

No
meme que postei aqui no blog semana passada, eu falei de alguns sonhos e fiquei com muita vontade de viajar de novo, passar uns dias longe do agito de Porto Alegre...

Já que no momento eu simplesmente não tenho como viajar, fui à procura de fotos sobre o tema "Natureza", e encontrei muitas imagens lindas. E, claro, separei algumas para dividir com vocês:



"I Love Nature", Elb Foto


"Perception", Pedro J. Ferreira


"Nature First", Job Earth


"Nature Invites", Al Gator


"Great Nature", Miki


"Chillin in Nature", Ojaipatrick


"Nature Calls", La Tur


"Nature", Shreya


"Nature's Gold", Blue Foot


"Nature's Beauty", Earlette


"Nature's Evening Show", Yobs


"Nature's Umbrella", Swamibu


"Blessing of Nature", Ichiro Kishimi


"Nature", Per Ola Wiberg


Uma boa semana a todos!
.

>>>Ler artigo completo

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Meme

Aqueles que acompanham um pouco do meu cotidiano através do Twitter já têm noção da correria dos últimos dias. O estresse com o final do semestre na faculdade é grande e hoje é sexta-feira - por isso vou fazer um post beeem light ;)

A querida
Manoela Ebert publicou em seu blog um meme simples e simpático: quem o recebe deve revelar quatro sonhos (possíveis ou não). Aí vão os meus:


> POLAROID


Simplesmente adoro a tonalidade das cores de fotografias tiradas com essas câmeras.

Lembro que, quando eu era criança, alguém apareceu com uma dessas e tirou duas fotos minhas... achei fantástico e mirabolante. Durante muitos anos fiquei pensando como seria possível tirar fotos e revelá-las imediatamente, e sonho com uma dessas desde então.


> JEEP


É meu carro dos sonhos há anos! Adoro fazer trilha e viajar (ainda que não faça nenhuma dessas coisas com a freqüência que gostaria); mesmo para a vida urbana, continuo achando que seria o carro perfeito.

E quero um daqueles tradicionais lá dos anos 1960/70, modelo antigo meeesmo - não esses cheios de frescura e caríssimos dos últimos anos.



> TRAILER


Como acabei de dizer, adoro viajar. Mas gosto mesmo é de conhecer novos lugares, nada de comprar uma casa na praia e veranear lá todo ano.

E acho que eu até iria gostar de morar permanentemente em um trailer, sem endereço fixo (como autêntica sagitariana, tenho um "espírito nômade").



> PLAYSTATION 3

Como todo nerd que acompanha o mundo dos games, um PS3 não poderia faltar na lista. Meu PS2 já não consegue mais acompanhar os lançamentos - claro que existem
muitos jogos que eu ainda posso jogar, que alguns vão dizer que o Xbox 360 é melhor, blá blá blá... mas deixa eu ao menos sonhar com um PS3, vai!





Aproveito para repassar o meme para as seguintes pessoas:

- Érico Skywalker,
do
Nerds da Távola Redonda
- Júlia Thetinski, do
Frescurinha
- Pedro Ferreira, do PF Fotografia
- Luka Almeida, do
Lú Fotografias
- Crissie Medeiros, do
Antes Fashion do que Nunca
.

>>>Ler artigo completo

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Descubra outras maneiras de recuperar fotos apagadas acidentalmente de sua câmera

Devido a grande repercussão que teve o artigo Saiba como recuperar fotos apagadas de sua câmera, com comentários e e-mails de leitores que não conseguiram recuperar suas fotos com o PC Inspector, resolvi fazer uma pesquisa ainda mais aprofundada e trazer novas opções de programas que prometem restaurar arquivos deletados.
Fiz o teste com um desses programas, e funcionou perfeitamente (veja abaixo um mini-tutorial para a utilização do software).

> TUNEUP UTILITIES 2004

Download (para iniciar o download, clique no botão "Free trial version")

1) Primeiro, conecte sua câmera na entrada USB do computador. Abra a janela principal do TuneUp, clique em "File recovery & Destruction" e depois em "TuneUp Undelete".


Image


2) Agora, selecione o driver da sua câmera (no caso abaixo "G:") e clique em "Next".



Image


3) Digite a extensão dos arquivos a recuprerar. Para todos os arquivos, deixe em branco. Existem duas opções abaixo, "Não mostar arquivos com 0 Byte" e "Mostrar somente arquivos em boas condições"; selecione a seu critério, ou se não sabe o que fazer, deixe no padrão.

Clique em "Next". O processo de busca irá começar (o tempo pode variar de acordo com a velocidade e o tamanho de memória de sua câmera).


Image

Image


4) Selecione os arquivos que deseja recuperar e clique em "Restore".


Image


5) Aparecerá a tela abaixo, com duas opções: a primeira é para restaurar os arquivos na própria câmera (não recomendo), e a segunda é para salvar os arquivos em outro lugar, por exemplo na pasta "Meus Documentos". Selecione "Restore to an alternative location" e clique em "OK".


Image


6) Agora, escolha o local onde quer salvar os arquivos encontrados.


Image


7) Dê um nome válido a eles.


Image


8) O programa irá salvar os arquivos agora. Aguarde o término do processo.


Image



Caso você ainda não tenha conseguido recuperar suas fotos, experimente os programas abaixo:


> ZERO ASSUMPTION DIGITAL IMAGE RECOVERY

Download


> RECOVERY MANAGEMENT V1.5

Download


> RESTORATION

Download


Espero tê-los ajudado!

.

>>>Ler artigo completo

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Saiba como recuperar fotos apagadas de sua câmera

Apagar de sua câmera todas as fotos que você tirou no final de semana não é nada difícil: basta estar distraído, apertar um botão por engano e... puf! Todas sumiram como num passe de mágica.
Mas não se preocupe, é possível reaver suas fotografias! A Luka, do blog Lú Fotografias, me falou que havia apagado sem querer todas as fotos de sua câmera. Felizmente, ela conseguiu recuperá-las sem nenhum prejuízo, e contou como fez isso.


> O QUE FAZER?


Antes de mais nada, você precisará fazer o download do programa PC Inspector Smart Recovery (é gratuito). Ele possibilita a recuperação de fotos, vídeos e arquivos de som.

Após baixar e instalar o PC Inspector e conectar sua câmera ao computador, abra o programa e siga estes 3 passos simples:


1 Selecione o drive criado para sua câmera (aquele que você normalmente utiliza para baixar suas fotos).


2 Escolha o formato dos arquivos a serem recuperados. Se você não sabe em qual formato sua câmera salva os arquivos,
não selecione todos que estão na lista. Faça o seguinte: abra uma foto tirada em outra sessão para identificar o formato, ou selecione .JPG (que é o formato mais utilizado).

3 Selecione a pasta onde você deseja salvar os arquivos recuperados.


Agora que você já passou por todas essas etapas, basta clicar no botão
Start para que o PC Inspector inicie a busca pelos arquivos deletados.

Mas atenção:
para ter maiores chances de recuperar seus arquivos, pare de utilizar a câmera no momento em que perceber que apagou alguma foto acidentalmente.


Fácil, não?


.

>>>Ler artigo completo

sábado, 20 de junho de 2009

A vida é curta: tire fotos

Que eu adoro o FFFFOUND! não é segredo (e vocês bem sabem!). Pois há pouco eu estava dando uma olhada por lá e encontrei esta imagem:


A tradução? A vida é curta: tire fotos.
Apesar de simples, achei muito interessante e quis partilhá-la com vocês.

Bom final de semana a todos! ...e tirem fotos ;)

>>>Ler artigo completo

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Photoshop: quando é demais?

Qualquer um que mal tenha ouvido falar em edição de imagens logo pensa em Photoshop. E quem pensa em Photoshop logo pensa em rejuvenescimento de fotos, montagens, correção de imperfeições.

Britney Spears: antes e depois da edição

Ora, sabemos que é possível fazer tais coisas com o auxílio de um editor de imagens - e também sabemos que é possível fazer muito mais do que isso. É uma ferramenta poderosa, capaz de fazer maravilhas outrora impensáveis. Para muitos fotógrafos, o Photoshop já se tornou uma ferramenta de trabalho indispensável, e dominá-la requer uma boa base de conhecimento e até mesmo alguns cursos específicos.

Mas até que ponto é interessante modificar uma foto através de um editor gráfico?


> O PHOTOSHOP E A MÍDIA

Acima, usei como exemplo a foto de uma celebridade conhecida. Temos que ter em mente o seguinte: ao folhear uma revista, dificilmente encontraremos retratos que não tenham sido melhorados durante sua edição. Esse é o padrão da mídia, não há muito o que se discutir a respeito. E o motivo é simples: muitas pessoas poderiam não gostar de comprar uma revista recheada de imagens desagradáveis e desinteressantes; ou ainda: certos artistas talvez não simpatizem com a idéia de ter suas fotos publicadas sem tratamento. Poderíamos ficar muito tempo especulando sobre o por quê desse padrão, sem no entanto chegar a lugar algum.

Deixo claro que não se trata de uma crítica ao uso de programas de edição de imagens, mas sim da constatação de um fato. Quase todo mundo já viu em algum lugar comparações antes/depois do Photoshop, e sabe que aquele artista ou modelo da revista tem sim algumas imperfeições - ninguém é ingênuo a tal ponto.

Por outro lado, na contra-mão disso tudo, a edição de abril da Elle francesa mostra oito estrelas européias clicadas por Peter Lindbergh, sem maquiagem e sem retoques digitais. Sinal de que, tal como existem entidades que protestam contra o padrão anoréxico na indústria da moda, um movimento similar se faz presente na mídia para contestar o uso desvairado do Photoshop.

Capa da edição francesa da revista Elle (abril/09)


> UMA BOA FOTO É BOA COM OU SEM EDIÇÃO


Deixando um pouco de lado o assunto dos retratos melhorados, volto minha atenção para o que verdadeiramente me levou a escrever este artigo: é justo transformar uma foto completamente sem-graça em uma imagem estonteante?

Há pouco tempo foram divulgadas algumas imagens do fotógrafo dinamarquês Klavs Bo Christensen, desclassificado do concurso Picture of The Year in Denmark por uso excessivo de Photoshop. Confira abaixo o antes e o depois das imagens de Klavs:

ANTES




DEPOIS




Acredito que uma foto já é boa ou não no instante em que é concebida. É indiscutível que muitas vezes um retoque pode fazer toda a diferença em uma fotografia: um recorte diferente, um giro de 180º, ajuste na saturação, etc. Mas são retoques numa fotografia que por si só já seria interessante, não uma reconstrução total.

Nas minhas fotos, eu optei por não utilizar o Photoshop sequer para aparar as imagens - zero. Mas decidi por essa crueza em relação ao tratamento das fotos não como protesto ou algo do tipo, foi uma simples opção para exigir de mim mesma um maior comprometimento no momento da produção das fotos, sem deixar nada para ser resolvido depois.

O que devemos ter em mente na hora de fotografar qualquer coisa é isso: que a imagem saia da câmera para o computador o "mais pronta" possível. Para mim, alguém que faz milagres com uma foto meia boca é um bom designer gráfico, não um bom fotógrafo.

E vocês, fiéis leitores do blog, o que acham?
.

>>>Ler artigo completo

terça-feira, 16 de junho de 2009

Você usa o visor ótico da sua câmera?

Logo que as câmeras digitais foram lançadas, alguns fabricantes passaram a oferecer modelos que contavam com a sensação tecnológica do momento: a tela de LCD. Tão grande foi a euforia em torno dessa novidade, que certos modelos foram lançados apenas com a tela de LCD, sem o tradicional visor ótico das câmeras analógicas (é o caso da Samsung A402 da foto à direita).

Foi uma novidade e tanto - afinal, quem gostava de esperar até o filme ser r
evelado para descobrir como as fotos ficariam? E veio para ficar: tanto agradou, que quase ninguém sentiu falta do ultrapassado visor ótico.

A maioria das pessoas utiliza a tela de LCD para enquadrar suas fotos. Mas o que será melhor na hora de fotografar: o visor ótico ou a tela de LCD?



> EM DEFESA DO VISOR ÓTICO

Escrevi que
a maioria das pessoas utiliza a tela de LCD como se eu mesma não fizesse parte dessa maioria, mas a verdade é que só descobri as vantagens do visor ótico há pouco tempo. E foi por pura necessidade, admito! Vou contar para vocês: eu estava tirando algumas fotos nas dunas num dia nublado, e a claridade era tão grande que o reflexo na tela me impedia de visualizar a imagem a ser capturada; resolvi usar o pequeno e esquecido visor ótico... e o resultado foi surpreendente! Consegui visualizar tudo de forma clara, e achei-o muito melhor que a tela de LCD.

Uma das primeiras fotos que tirei com o auxílio do visor ótico

Depois disso, quase não usei mais a tela de LCD - só mesmo para fazer alguns ajutes na configuração da câmera e visualizar as fotos tiradas.


Ao optar pelo bom e velho visor, você desfrutará das seguintes vantagens:

  • economia de energia: numa viagem longa, é a melhor opção caso você não esteja levando uma bateria reserva (claro que isso só funcionará se você não ficar revendo a cada instante as fotos tiradas);
  • maior tempo com a lente aberta: você já reparou que as câmeras automáticas recolhem a lente depois de um tempo inativas, certo? Isso é irritante quando a intenção é tirar mais de uma foto em seqüência. Desligando a tela de LCD e usando o visor, a lente permanecerá aberta por muito mais tempo, por vários minutos. Ou seja: você vai estar com a câmera pronta pra fotografar, sem gastar quase nada da carga da bateria;
  • melhor visualização da cena em alguns ambientes: é o que eu mencionei acima: se você estiver em um local muito iluminado, que esteja causando reflexo na tela, melhor utilizar o visor.

> DUAS DESVANTAGENS

Embora o visor ótico ofereça vantagens tentadoras, é preciso ficar atento a alguns detalhes. Coisas simples, mas é bom que você saiba do que se trata.

Em primeiro lugar, você perceberá que o enquadramento da sua foto não sairá do mesmo jeito que você viu através do visor; é pouca diferença e sua foto não sairá "cortada", apenas com o enquadramento um pouco maior do que o desejado. Conhecendo bem sua câmera, você poderá prever o que ela incluirá a mais e fazer o ajuste de acordo com isso - é o que eu faço, por exemplo. Aqui você encontrará algumas dicas para driblar esse erro.

Mas por que isso acontece? Nas câmeras compactas (ao contrário das D-SLR), o visor ótico é separado da objetiva, estando posicionado acima dela. Isso ocasiona uma ligeira diferença entre o ângulo que vemos através dele e o que será de fato fotografado. É o chamado erro de Paralaxe.

O erro se agrava em fotografias à curta distância. Para macros, prefira sempre a tela de LCD, que lhe mostrará a imagem tal qual será captada.

Fora o incômodo erro de Paralaxe, o que resta nem é tão incômodo assim. Se você gosta de fotografar com alguns efeitos (sépia, BW, ajuste de contraste, etc), não será possível visualizá-los através do visor. A mim isso pouco incomoda, pois prefiro tirar fotos "ao natural", com poucos ou nenhum ajuste.


Agora, cabe a você testar e decidir o que mais lhe agrada: o visor ótico ou a tela de LCD?
.

>>>Ler artigo completo

sexta-feira, 12 de junho de 2009

O Dia dos Namorados em 12 imagens

Hoje é Dia dos Namorados! Portanto, nada de post longo - ao invés disso, selecionei algumas imagens suuuper fofas do blog Le Love. Afinal, ninguém vai querer passar o dia inteiro na internet justamente hoje, né?!
















.

>>>Ler artigo completo