quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Fotografe com o celular

Em 2009, quatro em cada cinco usuários de celular possuíam um modelo com câmera fotográfica integrada. Isso já não é mais novidade, é um item que acompanha praticamente todos os aparelhos que estão à venda atualmente.

Foto: mattbeechan

A maior vantagem que esse tipo de câmera oferece é a portabilidade: você a carrega tranqüilamente para qualquer lugar, sem nem mesmo chamar atenção. Apesar disso, muitas pessoas evitam utilizar o celular para fotografar, seja por não saber ao certo como lidar com os recursos limitados dessas câmeras ultracompactas ou por achar o resultado final insatisfatório.

O fato é que às vezes não temos outra câmera disponível no momento em que precisamos... o que fazer, então? S
erá que dá para conseguir fotos interessantes com uma câmera dessas, fotos que realmente agradem ao espectador?


> TESTE OS LIMITES DO SEU CELULAR


Já existem modelos de celular com câmeras quase tão boas quanto uma câmera automática tradicional, que oferecem várias opções de ajustes manuais. Entretanto, tais modelos geralmente não são muito ace$$íveis, e a maioria dos celulares possui câmeras que deixam bastante a desejar. É por isso que a maioria das pessoas acaba deixando de lado esse recurso, e só usam a câmera do celular quando é a última opção que lhes resta.


Para conseguir fotos melhores, é imprescindível que você conheça seu equipamento - só assim saberá como agir e os ajustes que devem ser feitos em diferentes situações. E se você usa a câmera do celular muuuito de vez em quando, fica difícil conhecê-la bem.
Proponha-se o seguinte desafio: utilizar apenas a câmera do celular durante um mês, com o compromisso de registrar ao menos uma foto por dia. Explore diferentes estilos e objetos, veja quais opções de ajuste você pode usar, fotografe em diferentes horários. Dois pontos devem ser observados com maior atenção:
  • Profundidade: algumas câmeras possuem um ótimo alcance de profundidade, mas nem todas são assim. Para descobrir o alcance da sua, faça o seguinte teste: escolha um objeto para ficar em primeiro plano e observe o que acontece com o fundo. Se o fundo ficar desfocado, sua câmera possui um alcance bastante limitado (e você deverá ter isso em mente ao fotografar landscapes e outras cenas distantes); se estiver nítido, o alcance é bom.
  • Medição de luz: observe se sua câmera possui a opção de medir a luminosidade de uma cena através de um ponto central; se a resposta for afirmativa, é um grande ponto a seu favor. Como falei nesse outro artigo, é possível controlar o tempo de exposição através dessa medição, e através desse recurso você poderá conseguir silhuetas ou uma cena mais nítida.

> CORES OU PRETO E BRANCO?

Essa é a primeira pergunta que você deve se fazer: qual será a vantagem de registrar a cena que estou vendo em preto e branco? Se o cenário oferece formas interessantes e poucas cores, talvez seja melhor investir no PeB; mas se você está fotografando um jardim florido, PeB pode não ser a melhor opção.

PeB é uma ótima opção quando o fundo é confuso e você quer destacar um objeto ou sujeito específico. Fotógrafos urbanos costumam utilizar esse recurso para atrair a atenção imediatamente para o assunto principal da foto, já que as ruas das grandes cidades costumam ser movimentadas e multicoloridas.

Foto: iimarre

Você também pode optar por fotos coloridas ao amanhecer e entardecer, e por PeB durante os demais horários do dia (quando a luz é muito intensa).


> ZOOM


Aqui também é preciso ter cuidado, pois muitos celulares não possuem zoom ótico, apenas digital. O zoom digital nada mais é do que uma ampliação de determinada parte da cena que está sendo fotografada, ou seja: a imagem perderá qualidade.


Caso seu celular possua tanto o zoom ótico quanto o digital, verifique se é possível desabilitar o zoom digital - então você poderá usar o recurso sem problemas e sem comprometer a qualidade da foto. Mas evite utilizar o zoom se o celular possui apenas a opção digital.



(+) BÔNUS!

Em 2005, o fotógrafo Robert Clark publicou um dos primeiros livros de fotos feitas exclusivamente com uma câmera de celular. Image America é um registro da viagem de Clark através da América do Norte, e você pode conferir várias fotos em seu site: www.robertclarkphoto.com

A ponte de Williamsburg, em Nova York

>>>Ler artigo completo

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Foto do leitor: Marcelo Armelin

O artigo sobre o projeto 365 rendeu uma boa repercussão: recebi muitos e-mails de leitores que decidiram aceitar o desafio e aderir ao projeto. Espero que todos consigam completar um ano cheio de imagens, pois é um registro para toda a vida.

Hoje inauguro aqui no blog esta nova seção, que mostrará as fotos de leitores do Ajuste o Foco junto com uma mini-entrevista. Convidei o Marcelo Armelin para participar, e se você também quiser mandar suas fotos para serem publicadas aqui, entre em contato através do e-mail ajusteofoco@gmail.com.


> MINI-ENTREVISTA + FOTOS

Quando você começou a se interessar por fotografia?


Comecei a me interessar realmente durante a faculdade, queria registrar algumas coisas com um pouco mais de detalhes, algo além da imagem.



Qual estilo de fotografia mais te atrai?


Com certeza landscape, gosto de macro também, mas as fotografias nunca saem boas.


Montanha. Vancouver, BC Canadá. foto tirada de Vancouver, a cena são as montanhas em North Vancouver, gosto das cores dessa foto, a profundidade dela também me agrada, acho a paisagem linda e retrata muito bem o que via quando sentava e ficava observando a linda paisagem.


Já fez algum curso na área?

Nunca, só leio sobre o assunto.



Qual equipamento utiliza?


Tenho uma Canon Powershot is110. gosto bastante dela, ela tem um bom zoom óptico, não e muito grande nem pesada, e tem alguns recursos interessantes. Ponto negativo dela - tempo para carregar o flash e falta de visor óptico.



Você tem algum "truque" na hora de fotografar, alguma dica que possa ser partilhada com todos que lêem o blog?


Nada de muito especial, as vezes eu tento enganar a camera, aponto para um lado e fotografo o outro, e um assunto que já foi bem abordado por você, composição de cenas, eu gosto de observar bem um lugar e ver qual ângulo eu acho que a foto sairá legal, tudo sob meu ponto de vista.


Predios Chicago, Illinois EUA. Foto do Millenium Park, foi tirada logo após a apresentação do meu projeto de pesquisa num encontro, fiquei muito feliz e estava animadissimo com sensação de dever cumprido, e a noite naquela cidade e tão linda, quando vi essa estrutura metálica pirei, comecei a tirar um monte de fotos, ai percebi o reflexo da cidade nas fotos, comecei a procurar um ângulo que me agradasse.


Inspiração para as fotos:

O que mais me inspira são paisagens, sou apaixonado por lugares, tento guardar o momento que vivi na foto, as que gosto mais não são apenas imagens, elas trazem a minha lembrança o momento que foram tiradas- cheiro, sensações e outras lembranças.


O que procuro retratar é apenas para auto satisfação, não costumo ligar se a foto estará legal para outros olhos, tiro fotos por hobby, com milhões de limitações técnicas, mas gosto de algumas delas. Algumas sempre se salvam.



Uma curiosidade:


Eu dificilmente apago fotos ruins que levaram a uma boa foto, gosto de manter o processo de obtenção comigo.


Lago - Madison, Wisconsin EUA. Essa foto foto saiu por acidente, pelo menos a primeira da serie que resultou nela, tirei uma foto do lago Mendota no Campus da faculdade e cortei um monte de coisas, fui colocando e tirando objetos da foto até chegar nela, o que eu mais gosto dela é o pássaro que apareceu de intruso. Essa foto mostra o fim do dia à beira do lago, passava por lá todos os dias, o clima era ótimo, geralmente meu dia era bem corrido e aqueles minutos me davam uma paz indescritível, é isso que essa foto mostra.


Agradeço mais uma vez ao Marcelo pela participação, e lembrando que se você também quiser participar desta seção basta enviar e-mail para ajusteofoco@gmail.com. Um bom feriado a todos ;)
.

>>>Ler artigo completo

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Um ano em 365 imagens

Quem circula com certa freqüência pelo Flickr já deve ter percebido que o número de usuários aderindo ao chamado 365 cresce a cada dia. Mais do que um modismo, o 365 também serve como um incentivo para muita gente que gosta de fotografia, pondo a persistência e criatividade de cada um à prova.

Foto nº 296/365, de Maciek Lesniak


> MAS O QUE É 365, AFINAL?

Eu já falei por aqui sobre o blog
1000 imagens, cujo objetivo é a publicação de 1000 fotos - uma por dia. A idéia do 365 é similar a essa: simples, porém desafiadora: uma fotografia para cada dia do ano. Ao mesmo tempo em que você define uma meta a ser atingida, também estará estimulando sua criatividade - afinal, não é nada fácil conseguir uma fotografia interessante a cada dia.

As fotos da polonesa Anna Szczekutowicz ganharam
fama no Flickr devido à originalidade e a seu caráter intimista


Para quem encara a fotografia como algo sério (como uma carreira a seguir e daí tirar seu sustento no futuro), o 365 pode ser uma excelente oportunidade. Muita gente ganhou fama e popularidade devido às fotos originais publicadas em seus 365.


> CRIANDO O SEU 365


Se você está em dúvida sobre qual estilo de fotografia mais lhe atrai, um 365 pode lhe ajudar de maneira muito natural. Existem diferentes tipos de 365: alguns dedicados à fotografia de rua, outros a landscapes, outros a retratos ou auto-retratos... mas é claro que você não precisa restringir seu 365 a um estilo específico: proponha-se o desafio de postar uma foto por dia, qualquer uma; aos poucos, você começará a perceber qual estilo mais lhe atrai, irá se sentir mais à vontade com ele e, portanto, seu 365 tomará esse rumo naturalmente.


Podemos observar isso no perfil do
Roni Gomes, leitor aqui do blog. Ele começou o 365 no início deste ano, está seguindo firme o desafio de postar uma foto por dia e muitas das imagens são em preto e branco - eu já havia dito a ele que suas imagens nesse estilo são muito boas, embora as outras também não deixem a desejar.

Foto nº 8/365, de Roni Gomes

Você pode também acrescentar ao 365 os detalhes que quiser para dar seu toque pessoal. Vale dar uma descrição detalhada do processo de produção da foto, postar trechos de autores que você admira ou ainda transformá-lo numa espécie de mini-diário, para ter uma recordação mais viva daquela data.


> GRUPOS


Não faltam no Flickr grupos onde você pode ver fotos de outros usuários e divulgar as suas. Abaixo, alguns dos maiores e mais famosos:


>>>Ler artigo completo

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Sony promove concurso mundial de fotografia para jovens com até 18 anos

Para comemorar o 20º aniversário da Convenção das Nações Unidas para os Direitos da Criança (UNCRC), a World Photography Organization, a Sony e o Fundo para a Infância das Nações Unidas estão oferecendo aos jovens de todo o mundo a oportunidade única de viajar à Etiópia para um workshop fotográfico completo, ministrado pelo aclamado fotógrafo e humanitarista Reza.

Para concorrer à viagem, jovens fotógrafos entre 12 e 18 anos podem acessar o site
www.worldphotographyawards.org/unicef até 28 de fevereiro, data de encerramento da promoção, e enviar uma única foto acompanhada de um texto destacando um dos cinco direitos fundamentais da criança:

  • o direito à sobrevivência;
  • o direito à educação;
  • o direito à saúde;
  • o direito à proteção contra maus-tratos, abuso e exploração;
  • o direito de ser ouvida.

Foto de India Sparacia, ganhadora de concurso promovido pela revista
Digital Camera World na categoria 11 a 14 anos. Ela usou
uma Panasonic Lumix DMC-FZ8, 10.4mm; ISO 100; 1/250, f/5.


Os seis jovens fotógrafos selecionados participarão do Prêmio Mundial Sony de Fotografia e do Festival Mundial de Fotografia de Cannes (França) em abril, onde receberão a premiação. Posteriormente eles participarão de um workshop para jovens fotógrafos na Etiópia, ainda este ano. É responsabilidade de todos defender os valores e as promessas feitas às crianças na CRC, e fotógrafos de todas as idades podem se tornar defensores da causa enviando uma fotografia para o 20º aniversário da UNCRC através do site do evento.

Todas as fotos farão parte de uma mostra especial online exibida no site do World Photography Awards, e as selecionadas também poderão ser exibidas ao lado das imagens dos Embaixadores da UNICEF e daquelas feitas por membros da World Photography Academy no evento Sony World Photography Awards.


“Após o evento de Cannes, essas imagens correrão o mundo com o tour de exibição do evento, podendo ser expostas no Brasil, já que a categoria de câmeras D-SLR Alpha da Sony apóia as atividades do SWPA e está em negociação para trazer a mostra ao país em meados de 2010. Dar oportunidades de alto nível aos jovens fotógrafos brasileiros sempre foi um direcionamento da marca Alpha no Brasil e, especificamente neste caso, desejamos realmente que um brasileiro possa fazer parte deste projeto que, acima de tudo, é humanitário e fomenta o respeito e o cuidado com a infância através da fotografia” declara Gustavo Rodrigues, gerente de produto da linha Alpha.



Fonte: Fotocolagem

>>>Ler artigo completo